A influência italiana no mundo da moda

 

Quando você pensa em “Itália“, o que vem na sua mente? Tenho certeza que em meio a imagens de pizza e macarrão, você também se lembrou de roupas sofisticadas, desfiles belíssimos e tendências fortíssimas. Isso é porque Itália é sinônimo de moda. Por isso fica claro entender o tamanho da influência italiana no mundo da moda.

 

Então, aperte o cinto porque neste post vamos fazer uma viagem para conhecer um pouco mais sobre esse país europeu tãão estiloso! Capisce?

Foto: Pinterest.

Os italianos se preocupam muito com a sua aparência, em causar uma boa impressão – sentido da expressão “La Bella Figura“. São pessoas que costumam se vestir de maneira confortável, mas muito elegante. Não podia ser diferente, afinal a moda é um importante ramo da economia italiana.

Foto: Goekhan Tas.

 

Foto: The Styleograph/WENN.com

 

Foto: The Styleograph/WENN.com

A Itália está entre os maiores fabricantes de roupas e tecidos em geral do mundo. Os tecidos italianos se destacam dos demais pela sua sofisticação e pela qualidade da mão de obra. Não é atoa que antes de serem exportados para outros países, eram escolhidos para confecção dos trajes da nobreza.

influência italiana no mundo da moda se deu após o final da Segunda Guerra Mundial. Durante o conflito muitas fábricas têxteis foram destruídas ou desativadas. Porém, o que a guerra não pode destruir foi a mão de obra qualificada italiana. A força do trabalho e talento das costureiras e alfaiates foram essenciais para reconstruir a indústria têxtil e de vestuário do zero.

Além de se destacar pela sua qualidade, houve um “empurrãozinho” para que os tecidos italianos pudessem ser mundialmente conhecidos. Essa ajuda veio por parte dos produtores de cinema norte-americanos, que após a segunda grande guerra começaram a produzir os seus filmes na Itália para diminuir os custos. O clima parecido com o de Hollywood também facilitava as produções americanas.

Os cineastas italianos já conseguiam levar um pouco do estilo de se vestir e da cultura do país para outras partes do mundo. Mas foi depois que estrelas hollywoodianas, como Audrey Hepburn, Elizabeth Taylor, Ava Gardner e Claudette Colbert passaram aparecer usando sapatos, vestidos e peles de marcas italianas que a propaganda estava feita e as tendências lançadas!

Audrey Hepburn no filme Roman Holiday / Foto: Pinterest.

 

Burton e Liz se apaixonaram nos bastidores da filmagem de “Cleópatra”, na Itália – Foto: Arquivo Locchi Firenze

O curioso é que até então, a moda estava associada a Paris e girava em torno dos luxos da Coco Chanel.

Nos anos 70 a moda italiana consagrou o país como uma grande indústria da moda. Já existiam marcas renomadas que lançavam coleções de alta costura prontas para venda. Além disso, acessórios de couro, como bolsas e sapatos também passaram a ser confeccionados e se tornaram referência para o mundo. Tudo produzido sempre com qualidade de alto padrão que levava a Itália a se destacar cada vez mais no cenário fashion.

Atualmente, Milão está no ranking entre as 10 capitais mundiais da moda. É a cidade berço dos maiores estilistas da história.

Até mesmo a arquitetura belíssima do país ajudou a crescer a influência italiana no mundo da moda / Foto: Pinterest.

As melhores grifes da cidade estão localizadas nas ruas Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Borgospesso, que formam o Quadrilátero da Moda, também chamado de Quadrilátero de Ouro.

Além das grifes italianas, nestas ruas também podemos encontrar lojas luxuosas como Saint Laurent, Chanel, Hermès e Tiffany & Co / Foto: Google Maps.

Estas ruas são consideradas um dos centros de compras mais famosos do mundo. Sua atmosfera é marcada por muito charme e glamour. Também é de lá que costumam sair as principais tendências que influenciam o mundo todo.

A Itália é berço das marcas e estilistas mais renomados no ramo da moda. Conheça quem são elas aqui. (Em Breve)

Deixe uma resposta